• Preto Ícone LinkedIn
  • Ícone do Twitter Preto
  • Ícone do Instagram Preto
  • Ícone do Facebook Preto

Das redações

tradicionais para

o jornalismo
independente.

 

Linhas pretas verticais
IMG_1065_edited.jpg

Quem
sou

IMG_2145.jpg

Sou repórter investigativa, focada em direitos humanos, questões de gênero, socioambientais, saúde, bioética e educação. Atualmente, gerente de jornalismo na revista AzMina, um instituto de tecnologia e informação contra o machismo. 

Em 2021, fui selecionada em dois editais de suporte e mentoria: o  Feminist Journalist Project da AWID (Association for Women’s Rights in Development).O programa reúne 15 jornalistas feministas ao redor do mundo e eu fui selecionada para representar o Brasil entre 1.300 inscrições globais. E sou bolsista do Professional ECA / Fellow da International Center For Journalists (ICFJ) - A Digital Path to Entrepreneurship and Innovation for Latin America - Programa de empreendedorismo e inovação para jornalistas da América Latina.

Trabalhei por oito anos em mídia impressa e rádio de Belo Horizonte, e, entre 2018 e 2021, produzi e sugeri reportagens como freelancer, com publicações e prêmios em âmbito nacional e internacional. Colaborei para a Folha de São Paulo, em pautas de cotidiano e política, e fiz matérias para a Agência Pública, Repórter Brasil, Projeto Colabora, The Intercept Brasil, Revista Piauí, Época, El País, Marco Zero ConteúdoThe Independent, entre outros. 

Cordão Projetos Jornalísticos Joana Suarez
 
Linhas pretas verticais

A partir de 2020, passei a desenvolver mais projetos jornalísticos autorais. Lancei o Cirandeiras Podcast sobre mulheres e suas lutas em cada canto do Brasil, produzido e apresentado em parceria com Raquel Baster. Fundei a Redação Virtual, que reúne mais de 300 jornalistas de todas as partes do país. A partir deste grupo, criei o projeto colaborativo Lição de Casa, onde coordeno 15 repórteres de 10 Estados brasileiros que cobrem os impactos da pandemia na Educação.

Com amigas nordestinas, brotei na terra das newsletters com a Cajueira, uma curadoria do conteúdo produzido pelo jornalismo independente dos nove estados do Nordeste. Acredito muito na importância da diversidade regional no jornalismo e na descentralização da pauta nacional.

O que

faço

Linhas pretas verticais
 

Oficina
Jornalista
Independente

 
Oficina Jornalista Independente
Linhas pretas verticais

Quatro dicas para ser um repórter independente: entender o novo mercado de freelas (mantendo-se conectado com a categoria), planejar projetos especiais, perceber bons ganchos e construir narrativas envolventes.

Mais de 300 profissionais fizeram a oficina Jornalista Independente em 1 ano e hoje integram o grupo da "Redação Virtual" (RV). Assim como em uma redação de jornal, na rede social da RV nos ajudamos e trocamos ideias de pautas, fontes, dúvidas, perrengues, dicas, oportunidades de freela, de trabalho... Também discutimos as pautas atuais e polêmicas da nossa profissão, conversamos amenidades e fazemos parcerias. É aí que ser freela deixa de ser algo solitário, e a palavra de ordem é colaboração!

​Para que mais profissionais possam se unir e também se sintam incentivados e preparados para freelar ou desenvolver projetos, a oficina Jornalista Independente é realizada de tempos em tempos. As novas edições são divulgadas aqui e nas redes sociais de @joanasuarez e da @redacao.virtual. Os módulos oferecidos abordam o mercado de reportagem freelance, o desenvolvimento de projetos jornalísticos sustentáveis, a elaboração de pautas com bons ganchos e as narrativas de fôlego.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em um contexto de esvaziamento das redações jornalísticas e redução de oportunidades de empregos fixos, profissionais veteranos, recém-formados e estudantes de jornalismo buscam alternativas para se manter na profissão. Após a realização de seis edições da oficina 'Jornalista Independente', a jornalista Joana Suarez vê crescer a quantidade de pedidos de ajuda para avaliar pautas, sugestão de veículos, produção da reportagem e até mesmo de consultoria e mentoria. 

Ao notar essa falta de apoio para a maioria desses profissionais desenvolverem reportagens e projetos sozinhos, Joana decidiu ampliar o projeto da Redação Virtual (RV). Ela foi selecionada no Fellow - A Digital Path to Entrepreneurship and Innovation for Latin America 2021, do International Center For Journalists (ICFJ), em 2020, e recebeu mentorias para desenvolver o programa de membros  da Redação Virtual. 

O Membership RV é iniciativa inédita que pretende qualificar repórteres freelancers, descentralizando a pauta nacional, formando uma rede de apoio entre jornalistas independentes, que serão, auxiliados a pensar pautas e projetos, publicar em veículos de mídia ou criar produtos por meio de bolsas e editais. 

Os 100 selecionados terão seis meses de suporte contínuo para começar a fazer reportagens independentes e como freelas; com reuniões de pauta semanais para desenvolverem ideias, encontro com editor e atendimento individual mensal, além de banco de pautas, quadro de dicas, agendas de veículos e fontes, entre outros serviços.

Podem se inscrever estudantes do último período de jornalismo, recém-formados e comunicadores profissionais, que já tenham feito ao menos um dos módulos da oficina 'Jornalista Independente' e façam parte hoje da RV.

Membership RV
O programa de membros do projeto Redação Virtual  busca apoiar e qualificar repórteres solos, descentralizar a pauta nacional, formar uma rede de apoio e auxiliar publicações por meio de bolsas e editais.

Módulos Avulsos 
Agora é possível assistir os conteúdos de maneira avulsa, sem precisar esperar novas turmas. São dois módulos disponíveis - Mercado e Habilidades. 

Design sem nome.png

Ao realizar a inscrição, você recebe as aulas gravadas, manda perguntas por e-mail pra Joana responder, entra para o grupo da Redação Virtual e poderá participar de futuros encontros entre os jornalistas participantes, além do processo seletivo do Membership. Para acessar os módulos é necessário preencher o formulário.  Lá tem mais informações sobre pagamento etc. Qualquer dúvida manda no redacaovirtual2020@gmail.com.

Membership
Redação Virtual